Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2012

Programa Na Trilha na Pedra do Imperador, em Nova Friburgo

Fala pessoal. Segue nesta postagem os três blocos da primeira parte do programa Na Trilha na Pedra do Imperador, o qual eu apresentei. Espero que gostem!






Confiram agora a segunda parte do programa Na Trilha na Pedra do Imperador, no qual revelamos o desafio lançado pelo professor André. Imperdível!


Nova Friburgo de Bicicleta: o evento em prol de mais bicicletas e menos carros nas ruas de Friburgo

Imagem
Nova Friburgo será tomada pelos ciclistas no dia 27 de junho, quarta-feira, em uma iniciativa de melhoria do trânsito da cidade e do uso de transportes não-motorizados, como as bicicletas.  

   Já virou rotina chegar atrasado em compromissos na cidade de Nova Friburgo. Cada vez mais se escuta de pessoas frases como "estou tendo que sair mais cedo de casa" ou "estou indo por outro caminho para evitar o trânsito". Sim! Esta é a situação de Nova Friburgo. Carros e mais carros, ônibus, caminhões, motos e mais carros, mais uma vez ônibus e mais carros e carros e carros... e por aí vai. Afinal, parece que não acabam os carros nesta cidade.     Em uma cidade do interior do estado do Rio de Janeiro, onde 180.000 pessoas moram, a conjuntura do local era pra ser diferente. Ainda não podemos dizer "foi-se o tempo em que os cariocas fugiam do Rio para morar na tranquila Friburgo", mas também não vivemos mais num local tão calmo assim. Até porque, as estatísticas apont…

O impossível é questão de opinião

Imagem
O canadense Spencer West, 31 anos, subiu recentemente o Monte Kilimanjaro (5.895 metros), o maior pico da África.  Anualmente, cerca de 35.000 pessoas tentam chegar ao cume da montanha, localizada no norte da Tanzânia, mas muitas delas não têm sucesso na expedição devido ao ar rarefeito. Mas o fato inusitado não gira em torno da dificuldade de se chegar ao topo do continente africano. A curiosidade fica por conta do aventureiro do Canadá.  Desde os cinco anos de idade, Spencer West não possui as suas duas pernas, devido a um problema genético. Mas isso nunca foi um motivo para ele se esquivar das dificuldades. Além de querer inspirar os outros a alcançar o impossível, West desafiou o Monte Kilimanjaro por uma causa muito nobre: o canadense arrecadou a partir da expedição 500 mil dos 750 mil dólares necessários para construir um sistema de água potável para cerca de 20.000 quenianos.

                Apesar de quando criança os médicos relatarem que West deveria se restringir a ativida…