Motorista, vamos respeitar esta lei?

Acidentes de trânsito envolvendo automotores e ciclistas já faz parte do dia-a-dia do brasileiro. As tristes notícias dos acontecimentos em que os condutores não respeitam as bicicletas são mais que comuns e, ao invés da situação melhorar, ela piora ou fica estável. 

Foto: Blog Pedalando com Cristo
Neste ano de 2011, duas notícias chocaram o país. Os casos de Ricardo Neis e Antônio Bertolucci demonstram o contraste do poder de estar no volante e da fragilidade de estar pedalando. O primeiro, ao passar por um passeio ciclístico, acelerou seu carro e atropelou diversos atletas, deixando dez deles feridos. Já o segundo, morreu quando estava pedalando na zona oeste de São Paulo. O motivo? Um ônibus o atropelou. Para os friburguenses, há o caso do garoto Rômulo Arrudas da Silva, atropelado quando treinava no circuito Terê-Fri. O jovem de 17 anos faleceu após sofrer uma forte batida, o que provocou muita indignação ao povo de Nova Friburgo. Este acidente completará, em outubro de 2011, um ano.

Infelizmente, são muitos os acontecimentos de ciclistas mortos no trânsito. Temos que dar um basta nisso!

Artigo 201 do CTB
O Código de Trânsito Brasileiro (CTB) possui diversos artigos sobre os direitos e deveres do ciclista. O artigo 201, por exemplo, é fundamental para a segurança do atleta. Segundo ele, "deixar de guardar a distância lateral de um metro e cinquenta centímetros ao passar ou ultrapassar bicicleta" é uma infração média e a penalidade é uma multa de R$ 85,13. Então, condutores, vamos respeitar esta lei. Que as vítimas sejam motivo de exemplo para o fim da imprudência no trânsito.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pico da Caledônia

Descobri as aldeias da Galícia de onde vêm os Pugas

Refúgio Pedra Aguda