Pôr do sol visto de camarote

Quem já não estava enjoado do tempo nublado que atire a primeira pedra. Não há coisa mais chata do que um tempo fechado! Este clima, que infelizmente é muito persistente em minha cidade, nos deixa sem ver sequer um pedacinho azul do céu. O dia fica com menos vida e não conseguimos registrar de forma alguma o pôr e o nascer do sol. Mas quando o tempo abre, a felicidade é imensa.

O inverno chega e aqueles dias frios com céu azul são muito agradáveis. Clima frio e tudo a favor da prática de montanhismo. Pois bem... num belo entardecer, meu pai, sentado na varanda de casa, começou a fotografar o sol se pondo por trás das montanhas que ficam a vista do nosso lar, como por exemplo a Pedra das Duas Pedras e o Morro da Cruz.


O pôr do sol é sem dúvida uma sensação única. É como uma luz no fim do túnel. Toda claridade vai indo embora, devagarinho, e o centro do sistema solar passa a ser também o centro das atenções. Que tenhamos dias melhores pela frente, com mais espetáculos do senhor sol. Até a próxima.

Morro da Cruz

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pico da Caledônia

Descobri as aldeias da Galícia de onde vêm os Pugas

Refúgio Pedra Aguda