Blog do Puga: Retrospectiva 2010

Bom, como o ano de 2010 foi um ano muito bom para mim no trekking e no mountain bike, resolvi fazer uma retrospectiva com o melhor da temporada. 

Tudo começou em abril quando combinei pela internet com outros montanhistas uma aventura no Escalavrado, em Teresópolis, na Serra dos Órgãos. Tudo foi planejado na comunidade do orkut "Travessia petropolis x teresopolis", moderada pelo meu parceiro Marcelo Brasil. Conheci novas pessoas, um pessoal muito gente boa, fui com meu primo Marcelinho, meu tio Marcelo e um amigo, Eroildo Quinta. Infelizmente não conseguimos atingir o cume, não achamos o caminho certo, tivemos que fazer lances pesados de escalaminhada e acabamos voltando, mas valeu a pena, um dia lindo, um visual espetacular e novas amizades!

Foto: Mathews Puga

Logo depois do Escalavrado, um feriado... este tinha como destino os Três Picos de Salinas, acampamos no Vale dos Deuses e subimos a Caixa de Fósforo, eu, Marcelinho e Ferrugem. Outro dia lindo. Detalhe nos comentários de Mau Presságio do Sérgio.

Foto: Mathews Puga


E para fechar o mês de abril, um evento de montanhismo. A temporada de montanhismo estava aberta! A ATM 2010 (Abertura da Temporada de Montanhismo) foi um encontro de montanhistas e vários centros excursionistas de todos os cantos do estado do Rio de Janeiro. Da nossa região serrana estavam presentes por exemplo o CET, de Teresópolis, e o CEP, de Petrópolis. Fui com meu primo Marcelinho e lá nos encontramos com o Marcelo e o Alencar, que estavam presentes na aventura do Escalavrado.

Alencar, Marcelo, Marcelinho e eu

No mês de maio, fui para o Refúgio Pedra Aguda, onde subi a pedra que dá nome ao lugar, e também acampei no Pico da Caledônia, um dos mais famosos picos da cidade, onde há uma estrutura da Petrobrás.

Pedra Aguda - Foto: Mathews Puga


Nascer do sol - Foto: Marvin Coutinho

Em junho, finalmente a maior aventura do ano, planejada desde janeiro, fiz minha segunda Travessia Petrópolis x Teresópolis. Organizei um grupo junto com meu primo, tio e meu pai e partimos para a Serra dos Órgãos. O tempo ficou feio, chuveu e 9 pessoas contando com o guia resolveram desistir da missão, coerentemente. Mas eu, meu pai, Raphael Alves e Léo Mazzine continuamos, o dia estava um pouco melhor e a travessia que era pra ser feita em três dias acabou saindo em dois dias. Foi cansativo, mas bom demais!

Único momento de tempo aberto: Escalavrado e Dedo de Nossa Senhora - Foto: Mathews Puga


Para fechar o mês, uma caminhada leve no maior cartão postal da cidade de Nova Friburgo, a pedra do Cão Sentado.

Foto: Mathews Puga


Em agosto, mais uma vez o coração pediu e partimos para Três Picos. Desta vez, eu e Marcelinho subimos a Cabeça de Dragão e a Caixa de Fósforo no mesmo dia para que dois amigos nossos conhecessem a região, Bruno e Aline. No fim do dia, pernoitamos no Vale dos Deuses.

Cabeça de Dragão - Foto: Mathews Puga


Ainda pedalei em outro fim de semana para o Rio Grande de Cima e depois para Pilões

Eu, meu pai, Zé, Ricardo e Alexandre

O tempo já não estava muito propício aqui em Friburgo para o montanhismo então começou a minha temporada de mountain bike, em outubro. Fiz o circuito Ponte Branca / Colonial 61 / Stucky e depois a segunda parte do circuito Ponte Branca. Para fechar o mês, fui para Macaé de Cima pedalando.

Pico da Caledônia visto do Stucky - Foto: Mathews Puga

Circuito Ponte Branca: Pedra do Imperador - Foto: Mathews Puga

Macaé de Cima - Foto: Mathews Puga


Em dezembro, fiz a travessia Macaé x Trajano de Moraes de bicicleta. O ponto de partida era da Barra do Sana, onde passamos pelo Frade, Peito de Pombo e chegamos na Hidrelétrica de Tapera.

Hidrelétrica de Tapera - Foto: Mathews Puga


Fechando o mês e obviamente o ano, fui para as cachoeiras Indiana Jones e São José e passei o reveillon na Praia de Boa Vista, em Marataízes.

Cachoeira São José - Foto: Mathews Puga

Cachoeira Indiana Jones - Foto: Mathews Puga


Praia de Boa Vista - Foto: Mathews Puga


Uma homenagem especial e um agradecimento sincero ao meu primo, parceiro de montanhismo e que esteve presente a temporada inteira aqui no Blog do Puga. Sinceramente digo que sem ele, Marcelo Puga, minha vida não teria a mesma graça, o montanhismo para mim e certamente para este é uma paixão sem limites e graças a Deus somos companheiros e estamos sempre juntos em nossas aventuras. Muito obrigado e visitem o Blog dele, visitem o blog do Marcelo Puga

Outro que merece meus singelos agradecimentos é Victor Puga, meu pai, por sempre me incentivar à prática do montanhismo e mountain bike e por estar presente nas grandes aventuras e passeios ciclísticos.

Marcelinho e eu - Agulhas Negras 

Victor Puga

Queria agradecer também a todos os acessos e visitas que o meu blog teve durante o ano de 2010, superou as minhas espectativas e isso me motiva ainda mais a continuar postando todas as minhas atividades ecológicas aqui. Que todos tenham um excelente 2011, que o montanhismo continue se fortalecendo e que este inverno seja maravilhoso, realizador. Um abraço a todos, e este ano tem mais!

Comentários

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário sobre a matéria. Evite comentários em anônimo. Favor se identificar.

Palavrões e insultos não serão aceitos.

Postagens mais visitadas deste blog

Descobri as aldeias da Galícia de onde vêm os Pugas

Pico da Caledônia

Cachoeiras São José e Indiana Jones